Presidente Getúlio (SC): Mão única para o crescimento

Prefeitura prioriza pequenos fornecedores, cria feira e muda até o
trânsito para facilitar o acesso ao comércio

‘‘As ações incrementaram a produção agrícola,
diversificaram os produtos e houve aumento na arrecadação.’’

Participação no Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor
VI Edição (2009-2010) – Vencedor Estadual na categoria Compras Governamentais
III Edição (2003) – Jaci José Bortolon – Vencedor Estadual na categoria Região Sul

_____________________________________________________________________

PRINCIPAIS AÇÕES:

• Instituição da Feira Livre.
• Instituição da mão única.
• Produtos agrícolas nas compras públicas.
• Cursos técnicos e profissionalizantes.
• Municipalização do sistema de água.

_____________________________________________________________________

A cidadezinha com casas ao estilo alemão no interior catarinense deverá ser “o melhor lugar do mundo para se viver”, segundo o prefeito de Presidente Getúlio, Nilson Stainsack. Pensando assim, ele decidiu traçar um plano estratégico para impulsionar o desenvolvimento do município.

Com o plano, a Prefeitura passou a priorizar as empresas da própria cidade nas compras da administração municipal. O plano incluiu algumas medidas que mudaram até mesmo o trânsito para facilitar o acesso ao comércio. Pelos resultados obtidos, Stainsack recebeu o título de Vencedor Estadual na VI Edição Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor na categoria Compras Governamentais.

Para aumentar as vendas nas lojas do centro da cidade, a maioria de pequenos empresários, Stainsack promoveu audiências públicas para saber se a população aceitaria modificações radicais no fluxo de automóveis na zona comercial. Os moradores aprovaram. Assim, o trânsito no centro comercial passou a ter mão única, o que não só melhorou as vendas como atraiu novos empreendedores.

Feira aumenta as vendas

A compra direta dos fornecedores locais animou as 612 micro e pequenas empresas do município. E também os produtores rurais do município. São eles que fornecem frutas, verduras e produtos de origem animal para a merenda servida nas escolas municipais e até mesmo em eventos da Prefeitura.

“As ações incrementaram a produção agrícola, diversificaram os produtos e houve aumento na arrecadação”, aponta o prefeito. Além disso, os produtores ganharam uma feira livre municipal que funciona aos sábados. “Na feira, vendo muito mais do que antes. É mais perto para as pessoas comprarem”, relata o produtor Horst Hoppe.

Crianças das escolas públicas aproveitam os alimentos comprados juntos aos produtores locais / Foto: Divulgação

Comentários

0 Seja o primeiro a comentar Adicionar novo comentário