SEBRAE E JUCESE DISCUTEM PARCERIAS PARA EMPRESAS

Um das ações colocadas em prática pelas instituições é a implementação da Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios

Um das ações colocadas em prática pelas instituições é a implementação da Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios

O superintendente do Sebrae, Lauro Vasconcelos, recebeu na manhã desta quinta-feira (20), a visita do novo presidente da Junta Comercial de Sergipe (Jucese), George da Trindade Góis. O encontro teve como objetivo reafirmar a parceria entre os dois órgãos, que desenvolvem conjuntamente projetos para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas do Estado.

Um das ações colocadas em prática pelas instituições é a implementação da Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), que facilita os procedimentos e integra órgãos federais, estaduais e municipais envolvidos no processo de abertura, funcionamento e baixa de empresas.

Com o modelo, os empresários poderão acessar o sistema de registro de empresas pela internet e só entregar documentos na Junta Comercial, que se comunicará com demais sistemas envolvidos. Isso evitará que os empreendedores percorram diversos órgãos, reduzam custos com taxas e cópias de documentação e diminuíam o tempo para registro do negócio.

Em 2012, um convênio entre o Sebrae e a Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg), responsável pela elaboração do software, garantiu a adoção do modelo em oito Estados e no Distrito Federal. A tecnologia e o know-how da Jucemg estão sendo repassados às Juntas estaduais. O Sebrae  acompanha o desenvolvimento dos trabalhos e disseminará informações junto aos empresários.

 “Temos elaborado um conjunto de ações nos últimos anos e é importante estreitar ainda mais esse relacionamento. Esperamos formalizar novos projetos e dar continuidade àqueles que já obtiveram bastante sucesso”, frisa o superintendente do Sebrae, Lauro Vasconcelos.

Além da parceria da Redesim, as instituições desenvolvem um trabalho de cooperação do município de Estância, onde o escritório do Sebrae também sedia a unidade da Jucese. Um técnico da entidade de apoio aos pequenos negócios também fornece serviços de orientação empresarial na sede da Junta, em Aracaju.

 “ Foi um encontro positivo, em que sinalizamos a importância da continuidade dessas ações. A nossa instituição não medirá esforços para continuar facilitando a vida dos empresários sergipanos. Sabemos que temos um longo trabalho pela frente e é importante continuar contando com o apoio dos parceiros”, destaca George Góis.

Ascom Sebrae

Comentários

0 Seja o primeiro a comentar Adicionar novo comentário