Sebrae lança Guia do Candidato com 100 ações para desenvolver os municípios

Já está disponível na internet publicação que sugere a Agenda de compromissos com os pequenos negócios para geração de emprego e renda

Portal do Desenvolvimento Local

Publicação detalha as atitudes e procedimentos recomendados para a promoção do desenvolvimento local

Publicação detalha as atitudes e procedimentos recomendados para a promoção do desenvolvimento local

Desenvolver os municípios a partir dos pequenos negócios é o objetivo do Guia do Candidato Empreendedor lançado em agosto pelo Sebrae para estimular o debate sobre o tema nas eleições do próximo dia 2 de outubro.

Disponível no Portal do Desenvolvimento Local, a publicação traz a Agenda de compromissos com os pequenos negócios para geração de emprego e renda. A ideia é oferecer um conjunto de propostas que os candidatos a prefeito podem incluir em suas plataformas de governo.

Os pequenos negócios representam 95% do universo total de empresas e é responsável por quase metade dos empregos formais, gerando mais de um quarto do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Esse segmento gerou 12 milhões e 100 mil postos de trabalho no Brasil na última década. No mesmo período, a média e a grande empresa encolheram meio milhão de vagas com carteira assinada.

Com 10 passos e 100 ações, o Guia detalha ponto a ponto as medidas que podem ser efetivadas para valorizar o papel dos pequenos negócios na dinamização da economia municipal. Visa também contribuir para a criação de oportunidades de emprego, uma das principais necessidades da população em um momento de crise econômica.

A publicação recomenda que inserir o desenvolvimento local como prioridade é primordial para que a gestão pública deixe de ser refém
das urgências e passe a ser protagonista do avanço, cuja efetivação exige a eliminação da carência de oportunidades econômi-
cas, da pobreza, da negligência de serviços públicos e dos obstáculos burocráticos para as empresas.

O Guia aponta ainda que é preciso facilitar o caminho à melhoria da qualidade de vida nos municípios. “Construir um programa de governo priorizando as Micro e Pequenas Empresas (MPE), os Microempreendedores Individuais (MEI), os produtores rurais, os agricultores familiares e aqueles que querem abrir seus empreendimentos é priorizar o desenvolvimento”.

Nos 26 estados brasileiros, em que serão realizadas eleições municipais, a publicação está sendo distribuída pelas unidades estaduais do Serviço Brasileiro às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), inclusive em debates com os candidatos e representantes da sociedade civil.

Os 10 passos recomendados pelo Guia são: Construir um Plano de Desenvolvimento Municipal; Priorizar e implantar políticas de desenvolvimento voltadas para pequenos negócios;
Promover a sustentabilidade pela participação dos pequenos negócios nas compras públicas; Facilitar o acesso ao crédito e aos serviços financeiros; Expandir as políticas voltadas para o Microempreendedor Individual; Fortalecer os empreendedores da indústria; Aumentar a produtividade do setor de serviços; Impulsionar e promover os comerciantes do município; Incentivar os produtores rurais a agregar valor à produção; Estimular a cultura empreendedora e os mecanismos de transparência.

Atenção aos empreendedores

O presidente do Conselho Deliberativo Nacional do Sebrae, Robson Andrade, destaca que os empreendedores merecem apoio por parte da gestão pública porque são eles que identificam as potencialidades locais e se jogam na aventura de criar empresas, gerando emprego e renda nos municípios.

“Qualquer pessoa que almeje dirigir os destinos de sua cidade, fazendo-a prosperar, deve prestar atenção especial aos empreendedores”, recomenda Andrade, que também é presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae Nacional, detalha alguns dos compromissos que devem ser alcançados e mantidos pelos gestores municipais: tratamento diferenciado aos pequenos negócios nas licitações públicas com valor até R$ 80 mil e adesão à RedeSimples para simplificar a abertura, as licenças de funcionamento e a baixa das empresa.

“O desenvolvimento local deve ser encarado pelos gestores públicos como algo tão importante na vida dos eleitores quanto saúde, educação, infraestrutura básica, segurança pública”, destaca.

Para ler o Guia do Candidato Empreendedor, clique  AQUI.

A versão resumida do Guia pode ser baixada AQUI

Ficha Técnica
Título
GUIA DO CANDIDATO EMPREENDEDOR. 10 PASSOS 100 AÇÕES.
AGENDA DE COMPROMISSOS COM OS PEQUENOS NEGÓCIOS PARA GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA

Resumo: A publicação elenca atitudes e procedimentos que os candidatos a prefeito devem se comprometer para estimular o desenvolvimento local com políticas públicas de apoio aos pequenos negócios.

Produção
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae)
Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial (UPPDT)

1ª edição, impressão em agosto de 2016, em Brasília

 

 

Comentários

0 Seja o primeiro a comentar Adicionar novo comentário